Archive for Janeiro 2011

Gosto quando de repente alguém consegue, de uma forma simples e "gráfica", descrever coisas abstratas e complexas. Vou arriscar dizer que esta é uma das minhas descrições preferidas de AMOR (ou das relações amorosas)...

‘choice of no choice’





Deceptively simple, Uta Barth's photographic works question the traditional functions of pictures and our expectations of them. By photographing in ordinary anonymous places - in simple rooms, city streets, airports and fields - Barth uses what is natural and unstudied to shift attention away from the subject matter, and redirect focus to a consciousness of the processes of perception and the visceral and intellectual pleasures of seeing.


Barth has used photography exclusively in her aesthetic projects, experimenting with depth of field, focus and framing to create photographs that are suggestive rather than descriptive, alluding to places rather than describing them explicitly. Her interiors and landscapes engage the viewer in an almost subliminal way, testing memory, intellect and habitual responses. Narrative subject matter is replaced with visual incident; the ambiguity of the pictures stimulates a profound self-consciousness of the act of looking. Never entirely abstract, landscapes and interiors are made visually ambiguous to spur profound examination of the particular ways we come to expect pictures to affect us.

resolução de ano novo #13 - redirect focus to a consciousness of the processes of perception and the visceral and intellectual pleasures of seeing.




O nome deste senhor anda nas bocas do (meu) mundo, a julgar pelas vezes que o tenho “visto” nas redes sociais. Chama-se Twin Shadow é dominicano e ainda não mereceu uma audição cuidadosa da minha parte, mas para já agradam-me algumas das descrições sobre o seu trabalho “Forget”. De todas elas a minha preferida é: "um espírito musical carnívoro que não tem receio de se aventurar por caminhos desconhecidos". Carnívoro? A ideia de um bom bife cheio de sangue é sempre apelativa…

No dia 26 de Maio vai dar um concerto em Vila do Conde, no âmbito do interessante projecto da cidade “Estaleiro”.

birds of a feather flock together
dios los cria y ellos se juntan
diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és
qui se ressemble s'assemble
chi si assomiglia si piglia 

resolução de ano novo #12 - escrever de acordo com o novo acordo ortográfico  

para bom entendedor
meia palavra basta...

e se meia pal  a  vra
não for divisível
pelo número 2?

Pois...

in "a IELTsar se vai ao longe"

resolução de ano novo #11 - Despentear-me para o cargo oficial de (a) madrinha (segundo mandato) e pentear-me para outros (cargos)

resolução de ano novo #10 - ligar para a rádio linear e, num domingo de manhã, dedicar uma cantiga a uma amiga

Adriana


Escrever sobre ti, Adriana
é também recordar
é recuar até à confissão
da impressão que te causavam
as olheiras no rosto dos rapazes
e à memória das noites
respigadas acompanhadas
de cigarros de menta


e falar sobre ti, Adriana
é descortinar
como o tempo
é uma maratona maravilhosa
vertiginosa
mas no que concerne ao amar
lenta.


Deste-me muitos sorrisos
que são as muitas pedras
que cimentam o nosso caminho.


Reconheço-te a urgência e
estarei cá
para te lembrar
que o presente é
um presente que a vida dá
e para te reclamar
apenas o futuro.
O resto já temos
e é como tudo:
terno quase sempre
às vezes duro.

Pedro Carreira de Jesus


o meu amigo J (o poeta) ontem meteu-me na caixa do correio um poema dizendo: “não é uma prenda de aniversário, é uma prenda de uma vida, não o gastes todo de uma vez.

resolução de ano novo # 9comemorar o meu aniversário, em média, 8 vezes por mês, mesmo que isso implique morrer com 773 anos.





resolução de ano novo # 8 - ter um livro com trabalhos de Gareth McConnell ou ver trabalho ao vivo

Family. 21st Century Love Poem




You need not leave your room. Remain sitting at your table and listen. you need not even listen, simply wait. You need not even wait, just learn to become quiet , still and solitary. The world will freely offer itself to you to be unmasked. It has no choice; it will roll in ecstasy at your feet.
Franz Kafka

Franz Kafka was a writer and a poet - he had the words… those beautiful, beautiful words. To paraphrase Lewis Hine, my words don’t come - so I take pictures. I wanted to compose a poem though, a Love Poem, and I decided I would do this with photographs. I took Franz up on his advice and didn’t leave the house, I waited quietly and patiently to gather my pictorial words to form the stanzas of my visual poem.



Amanhã não vai chover.

resolução de ano novo # 6 - Não acreditar em tudo o que me dizem

e em # 5



Um amigo meu, que viajava muitas vezes de avião, dizia que cada vez tinha mais medo de viajar porque a probabilidade de ter um acidente aumentava de acordo com o número de viagens que fazia. Pegou-me a matemática.

No outro dia, depois de algumas horas de atraso, a tripulação da Ryanair meteu-nos à pressa no avião (ou “autocarro com asas”) e já lá dentro, com toda a gente sentada, anunciou vocalizando cada sílaba pausadamente:

- Por favor, mantenha o seu cinto de segurança DESAPERTADO uma vez que estamos a abastecer o depósito do avião. Repito, por favor...

Chamem-me pessimista, mas acho que se o avião explodisse o cinto seria o menor dos meus problemas.

desejo de ano novo # 5 – na eventualidade de ter um acidente aéreo em 2011 que seja, tal como o nome indica, aéreo com direito a destroços no meio do oceano e caça à caixa-negra do aparelho durante várias semanas, como manda o figurino.


resolução de ano novo # 4 - pedalar, em média, mais de 45324 vezes por mês